1. Contacte-nos se precisar de algum esclarecimento.

Dia Mundial da Voz – 16 abril 2019

A voz é uma das formas mais relevantes de comunicação entre as pessoas. Se a impressão digital nos pode identificar, a voz pode revelar muito sobre cada um de nós. Fornece muitas mais informações, do que a própria fala, tais como a idade, o género, a personalidade e estado emocional. A voz é única e tem características físicas e acústicas inerentes a si mesma. Quantas vezes já ouviu uma voz na rádio ou na fila do supermercado e imediatamente reconheceu a pessoa portadora dessa “impressão vocal”? Quantas vezes já necessitou da sua voz e não foi capaz de a usar, por diversos motivos, e com isso se sentiu triste ou frustrado por querer comunicar e não conseguir? A voz é muito mais do que um mero som que emerge das nossas pregas vocais. É a nossa “cara”, a nossa impressão vocal, é cada um de nós. Por isso mesmo há cuidados a ter com ela!

  • Beba cerca de 1,5L/2L de água por dia e inicie a hidratação pelo menos 30 minutos antes de falar;
  • Evite falar na primeira hora depois de acordar, e realize gargarejos de água morna antes de tomar o pequeno-almoço;
  • Fale com um tom e intensidade adequadas, pausadamente e com um ritmo adequado;
  • Evite sussurrar. O esforço produzido num sussurro é o equivalente ao realizado enquanto se grita muito alto e só aumenta a sua fadiga vocal e rouquidão;
  • Evite gritar, falar alto ou muito depressa, assim como em locais ruidosos;
  • Mantenha uma boa postura corporal quando fala ou canta. Se tiver a necessidade de falar em público recorra ao uso de um microfone;
  • Tenha uma alimentação saudável rica em proteínas, legumes e frutas (comer maçã auxilia a limpeza da boca e da faringe). Evite a ingestão de alimentos ácidos e lácteos que provoquem refluxo gastroesofágico (e.g., leite e derivados, chocolate, mentol, citrinos, comida muito condimentada e fritos ou gordurosa, bebidas com gás, café, chá preto, chá verde e álcool);
  • Prefira deitar-se até pelo menos duas horas, depois de comer;
  • Proteja-se de mudanças bruscas de temperatura;
  • Evite fumar, visto que o fumo agride todo o sistema respiratório e é um dos principais fatores que leva ao desenvolvimento do cancro da laringe e do pulmão: “Sabia que em Portugal morrem 3 pessoas por dia com cancro da cabeça e pescoço?”;
  • Se sentir necessidade de tossir ou pigarrear para “limpar” a voz experimente engolir a saliva ou beber água a temperatura ambiente;
  • Utilize um vestuário confortável que facilite os movimentos corporais e respiratórios, especialmente na região do tronco e do pescoço;
  • Evite o uso de pastilhas, rebuçados e sprays SOS quando existe mal-estar vocal, rouquidão e dor. A ação analgésica vai camuflar o mau uso/ abuso vocal, agravando a situação.

Se estiverem presentes os sintomas de fadiga vocal, esforço vocal, rouquidão ou perda de voz, pigarreio constante, irritação/ ardor na garganta, falar com tom e/ou intensidade vocal desadequadas e/ou desconforto ou dor a falar por mais de 15 dias procure o Terapeuta da Fala e/ou um Médico Otorrinolaringologista.

Não se esqueça: Cuide da sua Voz! É sua, faz parte de si!

Terapeuta da Fala Suzana Mariano

 

Clique na imagem para visualizar o panfleto

Terapeuta_Fala1



Notícias

A Quinta da Cerca no Espinhal foi o local escolhido pelas educadoras de infância do AEIDP- Penela, para a realização [...]

A Assembleia Geral das Nações Unidas, em 20 de dezembro de 2017, durante sua 74ª Reunião Plenária, proclamou o ano [...]

Um dia ligado à Ciência é sempre muito importante para quem o vive, principalmente para os alunos que frequentam o [...]

No dia 14 de junho realizou-se a festa de encerramento do ano letivo do AEIDP, em Penela. O evento decorreu [...]

Nós, os alunos do 3º ano e 4º anos do Espinhal e Cumieira exploramos e estudamos o passado do meio [...]

No dia 29 de maio, fomos a mais uma visita de estudo e última deste ano letivo. O nosso destino [...]

Arquivo notícias