1. Contacte-nos se precisar de algum esclarecimento.

“O seu filho tem dificuldade a comer?”

Para alguns pais e educadores a hora da refeição é a altura mais temida do dia. A criança não aceita comer, chora, baba-se, engasga-se ou vomita? A hora da refeição deixa de ser um momento de prazer, partilha de experiências e convívio familiar? Evita jantar fora ou na casa de amigos para se precaver destas situações? Saiba que o terapeuta da fala pode ajudar.

Cada criança tem o seu próprio ritmo de desenvolvimento e o mesmo se verifica na alimentação. Quando o bebé nasce, é capaz de sugar na mama e na tetina. Entre os 4 e os 6 meses começa a comer as papas e as sopas e a partir dos 8 meses, o bebé já é capaz de mastigar os alimentos. Todas estas mudanças alimentares são gradativas e desenvolvem-se naturalmente e de forma espontânea à medida que a criança cresce. Estas alterações naturais na alimentação da criança favorecem o desenvolvimento dos músculos da boca, que são os mesmos que usamos para falar, assim, é como se houvesse gradualmente uma preparação da boca tanto para a alimentação como para a fala.

Sabe-se que alguns comportamentos alimentares são transitórios e comuns na maioria das crianças, contudo as perturbações da alimentação podem afetar a qualidade e a variedade da ingestão alimentar com consequências graves para a saúde da criança, para a família e para o desenvolvimento das relações sociais. Não se pode esquecer que o ato de comer, para além de ser necessário à sobrevivência, também tem uma forte componente emocional e social.

Existem grupos considerados de risco para o desenvolvimento de perturbações da alimentação, porém todos os pais deverão estar atentos aos seguintes sinais:

·     Historial de dificuldades de sucção, mastigação e deglutição;

·     Alterações significativas de peso;

·     Engasgos ou vómitos frequentes;

·     Problemas a respirar quando come ou bebe;

·     Choro excessivo na hora da refeição;

·     Baba ou escape de alimento pela boca;

·     Guarda a comida nos cantos da boca;

·     Tem dificuldade a mastigar determinados alimentos;

·     Recusa de alimentos com base na sua textura, temperatura, cheiro ou sabor;

·     Grande seletividade alimentar;

·     Recusa em lavar os dentes;

·     Tempo de refeição superior a 45 minutos.

Se verificar um ou mais destes comportamentos na hora da refeição é aconselhada uma avaliação por parte de um terapeuta da fala, que possa identificar e diagnosticar a perturbação alimentar, permitindo adequar o plano alimentar à idade da criança e ao seu desenvolvimento sensório-motor oral.

É necessário uma avaliação e intervenção precoce neste tipo de perturbações, uma vez que as alterações de alimentação podem comprometer o desenvolvimento das estruturas orofaciais, trazendo implicações na fala e comunicação, obesidade ou alergias alimentares.

A promoção de uma alimentação saudável, na qual a criança tem gosto em se alimentar, sabe mastigar e engolir e que gosta de estar sentada à mesa com a família, é um fator positivo para um desenvolvimento mais harmonioso da fala e da linguagem.

Suzana Mariano – Terapeuta da Fala

Parlamento dos Jovens – SESSÃO ESCOLAR

No âmbito do Parlamento dos Jovens, três listas disputaram, com saudável rivalidade, as eleições para deputados candidatos à Sessão Escolar. Após uma concorrida Campanha Eleitoral, o escrutínio decorreu em 16 de janeiro de 2019,tendo votado 82,6% dos estudantes dos 2.º e 3.º ciclos, com entusiasmo e civismo dignos de registo. 

A Sessão Escolar decorreu no dia 21 de janeiro, com todos os deputados eleitos (23), da qual saiu o Projeto de Recomendação da escola, com as medidas que os deputados entenderam dever ser tomadas sobre o temaALTERAÇÕES CLIMÁTICASSALVAR OS OCEANOS”. Na Sessão, os jovens elegeram, ainda, os três deputados representantes da escola na Sessão Distrital/Regional e um candidato à presidência da Mesa da mesma Sessão. Finalmente, os deputados foram convidados a propor um tema para debate na edição do Parlamento dos Jovens do ano seguinte, a ser votado na Sessão Distrital/Regional e apresentado à Comissão  Parlamentar de  Educação e Ciência.

 

Domingos Oliveira

(Parlamento dos Jovens)

2019-01-16 Eleições Sessão Escolar (1) 2019-01-16 Eleições Sessão Escolar (2) 2019-01-16 Eleições Sessão Escolar (3) 2019-01-16 Eleições Sessão Escolar (4) 2019-01-16 Eleições Sessão Escolar (5) 2019-01-16 Eleições Sessão Escolar (6)



Notícias

Para alguns pais e educadores a hora da refeição é a altura mais temida do dia. A criança não aceita [...]

No âmbito do Parlamento dos Jovens, três listas disputaram, com saudável rivalidade, as eleições para deputados candidatos à Sessão Escolar. [...]

O aluno vencedor da Primeira Fase – Local da 4ª Edição do concurso nacionalLiteracia 3Di: o desafio pelo conhecimento, promovido pela Porto Editora, [...]

Os alunos do 1º ciclo dos diferentes Centros Escolares deram, conjuntamente com os respetivos encarregados de Educação, aso à criatividade [...]

No âmbito do programa Parlamento dos Jovens, uma iniciativa da Assembleia da República, dirigida aos jovens dos 2.º e 3.º [...]

A Disfluência, geralmente conhecida por Gaguez, é uma perturbação da comunicação que atinge cerca 5% das crianças e 1% da [...]

Arquivo notícias