1. Contacte-nos se precisar de algum esclarecimento.

Testemunhos de alunos sobre esta etapa

 

Ana_Santos_8ºB

Diogo_Craveiro_8ºB

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Lara_Santos_8ºB Eduarda_Ladeira_8ºB Catarina_8ºA

 

 

 

 

Ana_Rita_8ºB

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Carlos_8ºA

Rodrigo_Santos_8ºA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Rpdrigo_Marques_8ºA

VISITA DE ESTUDO A LISBOA

No passado dia 05 de março, as turmas do 9º ano, no âmbito da disciplina de História, foram visitar alguns marcos históricos, representativos das matérias que fomos abordando ao longo do ciclo, na disciplina.

Chegados a Lisboa, começámos por visitar o Mosteiro dos Jerónimos, sendo este monumento considerado um marco da Era dos Descobrimentos. A sua construção foi financiada pelo lucro do comércio de ouro, especiarias e pedras preciosas que vieram da Índia. Percebemos durante a visita que os monges que viviam no Mosteiro dos Jerónimos tinham a tarefa de dar aconselhamento espiritual aos navegadores que se aventuravam nas Descobertas marítimas. É neste mosteiro, mais propriamente na igreja, que se encontram os túmulos do poeta Luís de Camões, autor de “Os Lusíadas” (documento que estamos a ler na disciplina de Português), e do navegador Vasco da Gama, que descobriu o caminho marítimo para a Índia. Gostei, também, de saber que foi neste mosteiro que a receita dos famosos Pastéis de Belém terá surgido, passando a ser comercializado em Belém.

No complexo do Mosteiro dos Jerónimos, encontramos o Museu Nacional de Arqueologia, que visitámos a seguir. A coleção de antiguidades egípcias do Museu (constituída por materiais provenientes de túmulos faraónicos, incluindo sarcófagos e múmias) é constituída por 584 objetos (das quais 309 em exposição permanente), sendo a mais numerosa de Portugal.

Como os nossos estômagos estavam a “dar horas”, alguns foram almoçar ao Parque de Belém e outros ao McDonalds, pois temos a consciência que “comida saudável” só mesmo em dias de festa.

Após o almoço, fomos visitar um dos mais emblemáticos monumentos nacionais, a Torre de Belém, classificada, em 1907, Monumento Nacional e, em 1983, Património Mundial da UNESCO. Ela destaca-se pela sua arquitetura, já que é rodeada por decorações e brasões das armas de Portugal, incluindo inscrições de cruzes da Ordem de Cristo nas janelas. Em estilo manuelino, a torre foi construída em 1514 pelo arquiteto e escultor Francisco de Arruda. Concluída em 1520, aos poucos, foi perdendo a sua função de defesa, sendo mais tarde utilizada como aduaneiro, sinalização telegráfica e também como farol. Durante o reinado de Filipe II da Espanha, utilizou-se a torre como masmorras para os presos políticos. A torre é composta por cinco andares, onde se situam a sala do governador, a sala dos reis, a sala das audiências, a capela e o terraço da torre, de onde podemos ter uma visão espetacular de Lisboa e do Tejo.

A poucos passos dali, fomos, ainda, visitar o Museu dos Combatentes, ou Forte do Bom Sucesso. Foi-nos dito que o Monumento simboliza a homenagem de Portugal a todos os Combatentes que, ao longo da nossa história, defenderam os ideais nacionais e a continuidade de Portugal como País independente. A homenagem a todos os que morreram pela pátria é feita através das lápides colocadas na própria parede do Forte em que, a par das lápides nominativas, elaboradas, segundo as listas oficiais por anos e por ordem alfabética, existem duas lápides com o escudo nacional. A sua construção foi iniciada em 1780, na margemdireita do rio Tejo, para complemento da linha defensiva de Belém, sob a direção do general Guilherme de Vallerée, tendo sido concluído em 1782. Atualmente, a partir de 1994, as dependências do antigo forte passaram a integra o Monumento aos Combatentes do Ultramar.

Em suma, estes marcos históricos, que tivemos oportunidade de visitar, graças à disponibilidade do Prof. Domingos Oliveira, ao qual desde já agradeço, mantêm viva a história de Portugal e, consequentemente, o nome daqueles que lutaram por Portugal nos mais diversos campos (cultural, militar, religioso, etc.). Enriquecidos, com mais alguns conhecimentos, voltámos ao Agrupamento de Escolas InfanteD. Pedro muito bem-dispostos e divertidos, pelo que, na minha opinião, todos os participantes gostaram da visita, pois é sempre mais compensatório ver na prática, aquilo que ouvimos e estudamos.

Obrigado por esta oportunidade.

Filipe Gomes, N.º 7, 9º B

 

2020-03-05 Torre de Belém (59) 2020-03-05 Museu do Combatente (101) 2020-03-05 Museu do Combatente (77) 2020-03-05 Museu de Arqueologia (26) 2020-03-05 Mosteiro dos Jerónimos(14)



Notícias

                                        [...]

No passado dia 05 de março, as turmas do 9º ano, no âmbito da disciplina de História, foram visitar alguns [...]

No âmbito da disciplina de Português, em fevereiro, as turmas do 9ºano realizaram uma visita de estudo à Casa Museu [...]

  Para visualizar – Clicar nas imagens                      

Agradecimento O Agrupamento de Escolas de Infante D. Pedro agradece a toda a comunidade educativa o seu contributo no projeto [...]

  Dia dos Namorados E porque o Amor é sempre um bom motivo para celebrar, a comunidade escolar da Escola [...]

Arquivo notícias